Premiadas Brasil

Premiações e Menções

A rotina ou o hábito de ser julgado ou criticado


Dar o primeiro passo sempre é muito importante em todas as etapas da vida de um fotógrafo. Por vezes o medo de críticas e julgamentos nos atemoriza, levando-nos à inércia, nos impedindo de prosseguir nessa caminhada.

A partir do momento que entendemos o medo como um dos nossos maiores parceiros criativos, nos sentimos mais aptos a empreender passos largos e a rotina de julgamentos e críticas em Associações de Fotografia aos poucos se torna mais habitual.

Participar de Associações é antes de tudo colocar seu trabalho fotográfico sob o julgamento de renomados especialistas na área. É também estar aberto aos feedbacks que nos fazem crescer enquanto pessoas e profissionais.

A cada Awards somos levados a questionamentos e reflexões acerca da nossa produção fotográfica, porque participar desses espaços nos leva à prática da curadoria, estimulando o processo criativo e técnico. Além de nos conectar a fotógrafos nacionais e internacionais, fazendo com que enxerguemos outros pontos de vista e aprendamos cada vez mais.

Os selos e as premiações são uma consequência dessa caminhada. Eles virão, como resultado da dedicação, do empenho em buscar o melhor com ética, criatividade, curiosidade, muito estudo e prática.

Além das Associações, existem também os Festivais de Fotografia, que nos permitem conhecer  diferentes linguagens fotográficas, expandindo ainda mais a nossa visão. Esses encontros promovem debates sobre diferentes temáticas, ultrapassando as barreiras da fotografia dita "comercial".

Sair da zona de conforto e lidar com esse processo que promove maior liberdade criativa nos leva a muitos questionamentos sobre o primeiro passo a ser dado, sobre a roteirização. Também nos faz pensar e repensar sobre o propósito a ser defendido muito antes do clique, sobre os diálogos e sobre a imagem que queremos que reverbere enquanto mensagem, enquanto apelo visual.

Mas, antes de tudo, precisamos nos permitir - de forma consciente - entrar nesses mundos, num constante processo de inquietude.

Então, você já pensou em dar o primeiro passo?


* Matéria publicada na Revista ALFAZINE #1 - Outubro/2020, do Alfabetismo Visual.

Disponível no site do Alfabetismo Visual